Foto: Divulgação

1º Festival de Cinema do Jaboatão dos Guararapes começa na próxima segunda (5)

De 5 a 9 de novembro, o Cineteatro Samuel Campelo e a Casa da Cultura Nobre de Lacerda, em Jaboatão Centro, sediarão o 1º Festival de Cinema do Jaboatão dos Guararapes, com a exibição de mais 40 filmes, entre curtas e longas metragens. Diariamente, as sessões iniciarão às 14h30 e a entrada será gratuita. O festival faz parte da 1ª Mostra Cultural do Jaboatão dos Guararapes, que iniciou no dia 16 de outubro e é promovida pela Secretaria Executiva de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer (Setcel). Ao final do festival, os destaques serão premiados com troféus.

A mostra também presta homenagem a Lula Cardoso Ayres Filho, que contribuiu para a criação do Museu da Atlântida, resgatando para os dias atuais grandes obras produzidas pelo cinema nacional. E ainda prestigiará o alagoano Simião Martiniano, que morreu aos 82 anos, em 2015. O cineasta-camelô ficou reconhecido por roteirizar, produzir, dirigir e até atuar não só em suas produções, mas também em filmes de outros diretores.

Em sua primeira edição, o festival exibirá alguns filmes com o recurso da audiodescrição para cegos e pessoas de baixa visão. “Nossa gestão acredita que a arte precisa ser acessível a todos. Inclusão é a palavra de ordem.

Em 2010, um estudo do IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística] identificou que 18,6% da população brasileira possui algum problema para enxergar, ou seja, mais de 35 milhões de pessoas. Neste grupo, 506 mil são cegos e cerca de 6 milhões têm baixa visão. Mesmo com números tão expressivos, a acessibilidade comunicacional é frágil no Brasil, por isso essa realidade precisa mudar”, ressaltou o coordenador de Cultura do Jaboatão, Roberto Vasconcellos.

Segundo ele, o papel da mostra é difundir a cultura cinematográfica. “Recebemos inscrições de várias cidades do País, então o público poderá prestigiar filmes de Santa Catarina, Rio de Janeiro, entre outras. A ideia é fazer esse intercâmbio artístico, mas também mostrar o que vem sendo produzido dentro do audiovisual no Jaboatão. Durante a semana, será exibida uma programação plural para atrair pessoas de todas as idades”, explicou Vasconcellos.

A 1ª Mostra Cultural tem, na curadoria dos filmes, quatro profissionais ligados ao audiovisual: as produtoras culturais Júlia Andrade e Madeleine Eltz, além dos atores Billé Ares e Roberto Vasconcellos. Além disso, o evento homenageia o motorista aposentado Marcos Antônio Ferreira da Costa, mais conhecido como Marcos Cinema. Cinéfilo de carteirinha, a casa de Marcos é repleta de relíquias, entre as quais três projetores de película 16mm.

Confira  a programação completa aqui.

Veja também

1ª Mostra Cultural do Jaboatão dos Guararapes exibe clássicos em 16mm

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, por meio da Secretaria Executiva de Turismo, Cultura, Esportes …