Foto: Divulgação

Comitê é criado para revitalizar o Parque Histórico Nacional dos Guararapes

O presidente da República, Michel Temer, criou um comitê interministerial para cuidar da revitalização do Parque Histórico Nacional dos Guararapes. A cerimônia, realizada nesta quinta-feira (11), no Quartel General do Exército, em Brasília, contou com a participação do prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira; do ministro da Defesa, Raul Jungmann; do ministro da Cultura, Roberto Freire; da presidente do Iphan, Kátia Borges, entre outras autoridades. O objetivo, de acordo com o Palácio do Planalto, é de que ainda neste ano, o Monte dos Guararapes seja entregue requalificado à população para que volte a ser uma área de lazer e turismo.

O prefeito Anderson Ferreira ressaltou a importância dessa iniciativa, pelo que representa o Monte dos Guararapes na história do País. “Temos no nosso município um sítio histórico que precisa ser preservado, mas que também deve ser aproveitado pela população como área de lazer. Nossa gestão está fazendo parte desta parceria com os ministérios da Defesa e da Cultura, e os jaboatonenses podem ter certeza de que a nossa cidade voltará a ter o Monte dos Guararapes como um dos principais destaques do turismo”, ressaltou.

Durante a solenidade, o presidente Michel Temer falou sobre a importância de resgatar sítios históricos e de homenagear quem presta serviço à causa pública.

O ministro Roberto Freire, por sua vez, afirmou que o Parque dos Guararapes é um lugar que todo pernambucano sabe e conhece porque ali foi palco do Brasil todo. “Foi o início da brasilidade e foi onde começou a ser definido o futuro da nossa soberania e da nossa afirmação como Nação”, assinalou.

Já o ministro Raul Jungmann disse que essa revitalização é uma dívida com a história e com a importância que foi a Batalha dos Guararapes na formação da nação brasileira. “Lá estavam mestiços negros e brancos e índios ombro a ombro”, lembrou.

HISTÓRIA
Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o parque foi palco de um dos mais importantes episódios da história nacional: a Batalha dos Guararapes (1648 -1649), que consistiu em enfrentamentos entre as forças portuguesas e holandesas pelo controle de boa parte da região Nordeste do Brasil.

Criado em 1971, o parque conta com uma área de 3,63 quilômetros quadrados, parte dela sob responsabilidade do Exército Brasileiro. O local também é sede da Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres dos Montes Guararapes, templo barroco que guarda os restos mortais dos heróis das lutas travadas no local.

Veja também

Jaboatão ganha Centro Municipal de Qualificação Profissional

O Centro Municipal de Qualificação Profissional (CMQP) do Jaboatão dos Guararapes foi inaugurado na manhã …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.