Foto: Matheus Britto/PJG

Espetáculo do Ária Social premiado nacionalmente marca estreia do 1º Festival de Dança do Jaboatão

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, por meio da Secretaria Executiva de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer (Sectel), deu início, na noite dessa quarta-feira (21), no Cinteatro Samuel Campelo, ao 1º Festival Municipal de Dança. Até a próxima sexta-feira (30), o espaço cultural e escolas da rede pública receberão 12 espetáculos, todos com ingressos gratuitos. O festival faz parte da última etapa da 1º Mostra de Cultura do Jaboatão, que, desde outubro, realiza, em vários pontos da cidade, apresentações teatrais, exibições de filmes, saraus e encontros literários.

O espetáculo “Dúvido”, da Associação Aria Social, premiado em diversos festivais nacionais ao levar para os palcos a dança contemporânea que aguça questionamentos sobre a vida além da vida, foi o grande destaque da noite de abertura. De acordo com o secretário-executivo da Sectel, André Trajano, decisões como a da reativação do Samuel Campelo e a realização da mostra são iniciativas que contribuem para a difusão da cultura e facilitam o acesso da população ao entretenimento.

“Durante mais de um mês, os jaboatonenses estão tendo a oportunidade de conferir a arte em suas mais variadas formas. Quando o prefeito Anderson Ferreira assumiu a gestão municipal, há menos de dois anos, encontramos os equipamentos culturais da cidade completamente sucateados. A avaliação de todos que participaram dessa mostra é positiva e unânime, principalmente no que tange à reabertura do Samuel Campelo, um dos mais importantes equipamentos culturais do estado e que estava fechado há sete anos”, explicou Trajano.

A estudante Franciely Silva afirmou ter ficado muito feliz com a oportunidade de poder presenciar um festival de dança. “Nunca tive a oportunidade de poder acompanhar um festival de dança. Vou fazer o possível para estar presente todos os dias, estou adorando”, relatou.

Homenageados
Para celebrar a contribuição de grandes nomes do gênero, o evento homenageia o Aria Espaço de Dança e Arte, localizado em Jaboatão dos Guararapes, fundado há 26 anos pela bailarina Cecilia Brennand, e, também, o professor e dançarino Valdeck Farias. “Estou muito feliz com a realização do festival. É uma grande oportunidade que a Prefeitura do Jaboatão está oferecendo aos munícipes de conhecer a arte da dança. É importante incentivar a arte e cultura, democratizando a dança, principalmente para as crianças, que contarão com espetáculos em algumas escolas municipais”, relatou a homenageada Cecilia Brennand.

Veja também

1ª Mostra Cultural do Jaboatão chega ao fim nesta sexta-feira (30)

O Cineteatro Samuel Campelo, em Jaboatão Centro, recebe, na noite desta sexta-feira (30), o encerramento …