Foto: Matheus Britto/PJG

Jaboatão reforça combate ao Aedes aegypti e realiza mutirão no bairro do Socorro

O bairro do Socorro, em Jaboatão Centro, foi o responsável por apresentar os maiores índices de infestação do Aedes aegypti no município do Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife, conforme novo levantamento apresentado pela Secretaria Municipal de Saúde, que aponta que, de cada 100 imóveis, sete apresentaram foco do mosquito. Com o objetivo de reverter esses dados, a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, realizou, no fim de semana, um mutirão para acabar com possíveis criadouros. A ação contou com a participação de 75 Agentes de Controle de Endemias, que, ao final, visitaram 3.300 residências.

Gerente de Vigilância Ambiental do Jaboatão, Otoniel Barros alerta que o período de maior infestação de doenças provocadas pelo mosquito é justamente entre os meses de março e junho. “Nesses meses, é muito comum chover e fazer sol, o que faz com que o ciclo do mosquito seja mais rápido. Normalmente, esse ciclo tem 12 dias, mas, nessa época, é de apenas cinco dias”, observou o gestor.

Segundo ele, o mutirão no bairro do Socorro visa alcançar o maior número de imóveis possíveis. “Essa ação é de fundamental importância, pois iremos a um grande número de imóveis em um único dia. Dessa forma, poderemos eliminar os focos do mosquito e orientar os moradores sobre como evitar que o Aedes aegypti se alastre”, enfatizou Otoniel.

No último mês de fevereiro, foram realizados outros três mutirões na cidade, quando foram visitados cerca de dez mil imóveis. À época, o bairro do Curado apresentava os maiores índices de focos do mosquito no município.

Veja também

Barcelona vence categoria Sub-16 da 1ª Copa Craques de Bola

O time do Barcelona sagrou-se campeão da categoria Sub-16 da 1ª Copa Craques de Bola, …

Deixe uma resposta