Foto: Matheus Britto/PJG

Ministério das Cidades anuncia investimentos de R$ 197 milhões para obras de saneamento em Jaboatão

O Ministério das Cidades anunciou, nesta quinta-feira (24), o investimento de R$ 197 milhões para obras de saneamento ambiental no Jaboatão dos Guararapes. Os recursos visam ampliar a cobertura do sistema de esgotamento sanitário do município, de forma a garantir o tratamento de 100% do esgoto coletado e aumentar o índice de atendimento da população atendida com água. O anúncio foi feito pelo ministro Bruno Araújo, durante solenidade realizada no bairro da Ilha do Leite, no Recife, evento que contou com a participação do prefeito Anderson Ferreira e de gestores e representantes de outras cidades da Região Metropolitana do Recife (RMR) e Goiana que serão beneficiadas com os recursos federais.

A execução das obras ficará a cargo da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP) firmada com a empresa BRK Ambiental. Os recursos serão aplicados na implantação de 70 km de redes coletoras, emissários e linhas de recalque e ligações prediais, além da implantação de oito estações elevatórias e de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). As intervenções irão beneficiar cerca de 47 mil pessoas dos bairros de Barra de Jangada, Candeias, Guararapes, Lagoa das Garças, Sotave e Prazeres, além das comunidades situadas às margens da BR-101.

O prefeito Anderson Ferreira destacou a importância dos investimentos e disse que as obras irão auxiliar a reduzir o déficit do município na área de saneamento – atualmente, apenas cerca de 6% de toda a extensão territorial do município possui rede de esgoto.

“Jaboatão dos Guararapes, a segunda maior cidade de Pernambuco, lida com a dura realidade de ter apenas 6% de todo o seu território contemplado por um sistema de esgotamento sanitário. Esses recursos irão nos auxiliar a continuar a trabalhar para mudar essa triste realidade, uma vez que já começamos a trabalhar na primeira etapa das obras. Investir em saneamento básico é investir, também, em saúde pública, otimizar gastos, e, principalmente, tratar a população com a dignidade que lhe é cabida”, afirmou o prefeito.

De acordo com o ministro Bruno Araújo, o montante irá possibilitar o investimento em obras que garantam a melhoria das condições de saneamento dos municípios. O modelo de parceria público-privada, segundo ele, vai permitir que os serviços sejam executados com mais agilidade – a expectativa é de que as obras sejam concluídas nos próximos quatro anos.

“Esse montante vai permitir que todo o esgoto coletado nos municípios atendidos receba o devido tratamento, o que significa dizer que os cinco sistemas de esgotamento sanitário, após essas obras, passarão a ser universalizados. Optamos por uma parceria público-privada porque, se fôssemos esperar para tocar essas obras unicamente com recursos públicos, levaríamos décadas para concluir um serviço que queremos entregar à população ao longo dos próximos quatro anos”, explicou.

Ao todo, serão destinados R$ 906,04 milhões para ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário da RMR e R$ 125,07 milhões para obras de contenção de encostas em 77 localidades que apresentam riscos de desabamentos.

Veja também

Jaboatão ganha Centro Municipal de Qualificação Profissional

O Centro Municipal de Qualificação Profissional (CMQP) do Jaboatão dos Guararapes foi inaugurado na manhã …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.