Em uma semana esse é o terceiro estabelecimento autuado por irregularidades. Ação foi realizada em parceria com o Procon Jaboatão (Foto: Matheus Britto/PMJG)

Vigilância Sanitária do Jaboatão interdita açougue de supermercado em Piedade

A Vigilância Sanitária do Jaboatão dos Guararapes interditou, nesta quinta-feira (06), o açougue do supermercado Soberano, localizado na avenida Bernardo Vieira de Melo, em Piedade. Esse já é o terceiro estabelecimento autuado pelo órgão por más condições de funcionamento em uma semana. Além disso, foram apreendidos cerca de 200 kg de produtos com temperatura de acondicionamento irregular. A ação foi realizada em parceria com o Procon Jaboatão que identificou irregularidades nos preços dos produtos. A fiscalização foi realizada através de denúncia de um consumidor.

Segundo a gerente de Vigilância Sanitária do Jaboatão, Adeilza Ferraz, a denúncia veio através do Procon de que alguns alimentos estavam fora de refrigeração . “Constatamos que realmente havia produtos fora da refrigeração e que o estabelecimento está com problema nos equipamentos de frios. No açougue percebemos que aparelhos utilizados no manejo de carne estavam oxidados, por isso foi interditado. Os produtos que foram apreendidos serão inutilizados no supermercado”, explicou. O estabelecimento deverá responder processo administrativo sanitário e poderá ser multado de acordo com a Lei Municipal 250/08.

“Averiguamos que alguns produtos tinham ausência de informação, com data de validade perto do vencimento sem nenhum tipo de aviso, preços diferentes na gôndola e nos produtos. Foi lavrado um auto de constatação que gera um  procedimento administrativo e o estabelecimento terá um prazo para defesa. Nós vamos avaliar o caso, que poderá resultar em multa conforme o que for constatado”, disse o superintendente do Procon, José Rangel.

 

Veja também

Jaboatão realiza campanha de adoção de cães e gatos

Trinta e um animais recolhidos das ruas do município do Jaboatão dos Guararapes encontram-se disponíveis …

Deixe uma resposta