Foto: Divulgação

1º Festival de Cinema do Jaboatão dos Guararapes começa na próxima segunda (5)

De 5 a 9 de novembro, o Cineteatro Samuel Campelo e a Casa da Cultura Nobre de Lacerda, em Jaboatão Centro, sediarão o 1º Festival de Cinema do Jaboatão dos Guararapes, com a exibição de mais 40 filmes, entre curtas e longas metragens. Diariamente, as sessões iniciarão às 14h30 e a entrada será gratuita. O festival faz parte da 1ª Mostra Cultural do Jaboatão dos Guararapes, que iniciou no dia 16 de outubro e é promovida pela Secretaria Executiva de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer (Setcel). Ao final do festival, os destaques serão premiados com troféus.

A mostra também presta homenagem a Lula Cardoso Ayres Filho, que contribuiu para a criação do Museu da Atlântida, resgatando para os dias atuais grandes obras produzidas pelo cinema nacional. E ainda prestigiará o alagoano Simião Martiniano, que morreu aos 82 anos, em 2015. O cineasta-camelô ficou reconhecido por roteirizar, produzir, dirigir e até atuar não só em suas produções, mas também em filmes de outros diretores.

Em sua primeira edição, o festival exibirá alguns filmes com o recurso da audiodescrição para cegos e pessoas de baixa visão. “Nossa gestão acredita que a arte precisa ser acessível a todos. Inclusão é a palavra de ordem.

Em 2010, um estudo do IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística] identificou que 18,6% da população brasileira possui algum problema para enxergar, ou seja, mais de 35 milhões de pessoas. Neste grupo, 506 mil são cegos e cerca de 6 milhões têm baixa visão. Mesmo com números tão expressivos, a acessibilidade comunicacional é frágil no Brasil, por isso essa realidade precisa mudar”, ressaltou o coordenador de Cultura do Jaboatão, Roberto Vasconcellos.

Segundo ele, o papel da mostra é difundir a cultura cinematográfica. “Recebemos inscrições de várias cidades do País, então o público poderá prestigiar filmes de Santa Catarina, Rio de Janeiro, entre outras. A ideia é fazer esse intercâmbio artístico, mas também mostrar o que vem sendo produzido dentro do audiovisual no Jaboatão. Durante a semana, será exibida uma programação plural para atrair pessoas de todas as idades”, explicou Vasconcellos.

A 1ª Mostra Cultural tem, na curadoria dos filmes, quatro profissionais ligados ao audiovisual: as produtoras culturais Júlia Andrade e Madeleine Eltz, além dos atores Billé Ares e Roberto Vasconcellos. Além disso, o evento homenageia o motorista aposentado Marcos Antônio Ferreira da Costa, mais conhecido como Marcos Cinema. Cinéfilo de carteirinha, a casa de Marcos é repleta de relíquias, entre as quais três projetores de película 16mm.

Confira  a programação completa aqui.

Veja também

Procon Jaboatão promove ação itinerante na semana do Dia Mundial do Consumidor

Para fechar as atividades em comemoração ao Dia Mundial do Consumidor, celebrado nesta sexta-feira (15), …