Foto: Ricardo Dantas Barreto/PJG

Escola e comunidade se unem em defesa do meio ambiente no Jaboatão

As atividades em alusão à Semana do Meio Ambiente se encerraram, nesta sexta-feira (7), no município do Jaboatão dos Guararapes, com uma ação conjunta entre a Escola Municipal Alberto Santos Dumont e moradores do Alto do Vento, no bairro de Sucupira. A unidade escolar já vinha realizando ações com a participação dos alunos através projeto “Nem tudo que sobra é lixo”. Porém, era necessário que a comunidade também estivesse envolvida. Para isso, os próprios alunos fizeram panfletagem de porta em porta com o objetivo de conscientizar os moradores sobre as consequências de jogar lixo na rua e a importância de reutilizar materiais recicláveis.

O resultado já é sentido na comunidade. Na Escola Alberto Santos Dumont, foi realizada uma exposição de peças artesanais produzidas com garrafas pet, caixas de leite, papelão, entre outros materiais que iriam para o lixo. Cascas de alimentos foram utilizadas para fazer doces e sucos. Além disso, moradores se uniram para instalar lixeiras, inicialmente, na Avenida Marechal Cândido Rondon, onde colocaram os sacos de lixo que são recolhidos pelos caminhões de coleta da prefeitura. A meta é espalhar outras na mesma via, para servir de exemplo.

Supervisora da Escola Alberto Santos Dumont, Valéria Peres disse que era necessário fazer a mobilização porque os moradores sempre colocam lixo na rua depois que o caminhão de coleta passa. “Nossos alunos foram de casa em casa para conscientizar as pessoas à preservar o meio ambiente. Muitas mães compreenderam e estão reutilizando materiais que seriam jogados fora e prejudicariam a natureza. O uso de alimentos, que normalmente são dispensados, mostra a importância dos nutrientes que têm. Por isso, estamos incentivando os moradores a produzir sucos e sobremesas com o lema ‘Eu como, eu faço’”, contou Valéria.

Sérgio Guilherme da Silva Ferreira, do 5º ano, foi um dos alunos que participaram da campanha junto aos moradores. “Além dos panfletos, também falamos da importância das lixeiras e todo mundo colaborou”, disse o estudante. Uma das moradoras que logo se engajaram no projeto foi Jaqueline Valéria. Ela é mãe do aluno Mateus, do 2º ano, e disse que não pensou duas vezes quando foi chamada para participar. “O pessoal da escola nos chamou para participar e percebemos a importância de reaproveitar os materiais. Agora, estou utilizando caixas de suco e tecido para confeccionar porta-trecos. Aprendemos uma arte e também preservamos o meio ambiente”, ressaltou a moradora do Alto do Vento.

Veja também

Prefeitura divulga inscrições para o Festival de Quadrilhas Juninas do Jaboatão dos Guararapes

A Secretaria Executiva de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer do Jaboatão dos Guararapes divulgou, nesta …