Estudantes de Jaboatão na fase classificatória para Olimpíada Internacional de Matemática e do Conhecimento

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A Equipe Matemágicos, formada por estudantes dos 8º e 9º anos da Escola Municipal Bartolomeu de Gusmão, do Jaboatão dos Guararapes, ganhou medalha de ouro e se classificou para a terceira e última fase da Olimpíada Internacional de Matemática e do Conhecimento (OIMC), que é organizada pelo Instituto Alpha Lumem e aprovada pelo Ministério da Educação da China. Na próxima etapa, a comissão organizadora fará uma avaliação de desempenho com todas as equipes ganhadoras da medalha de ouro em todo o mundo para definir quais participarão da fase internacional da Olimpíada, que acontecerá em 2021, em Bejing, na China.

Integram a equipe campeã Artur Bezerra, Lívia Maria, Wandany Gabrielly, Cycilea de Souza, Késia Sandrely, Sophia Kanycha, Hajennyffer Kerly e Guilherme de Andrade. A rede municipal de Jaboatão participou das duas primeiras fases da OIMC com cinco equipes. Além da medalha de ouro para a Matemágicos, a Equipe Bartô e a Equipe Exatos Nota 10 ficaram com medalhas de prata, a Equipe Caçadores de Algarismos ganhou a de bronze e a Equipe Cérebro sem Preço receberá menção honrosa.

Secretária da Educação, Ivaneide Dantas diz que a expectativa é grande quanto à classificação da Equipe Matemágicos. “Para nós, não foi surpresa esse excelente desempenho das nossas equipes porque são alunos dedicados e muito estudiosos. Como as duas fases anteriores foram online, a Equipe Matemágicos se submeterá à Confirmação de Desempenho, mas todos estamos confiantes de que o resultado será o mesmo. Nossos alunos estão prontos para representar o Brasil na Olimpíada Internacional de Matemática e do Conhecimento”, garantiu a gestora.

Nas etapas anteriores, estudantes de vários países do 4º ao 9º ano se submeteram a provas de matemática, história, geografia, ciências, atualidades, tecnologia e artes, que entram como dados necessários para resoluções dos problemas matemáticos propostos. Só do Brasil foram mais de mil equipes inscritas por escolas públicas e particulares.