Jaboatão entrega certificados de conclusão de curso do Projeto Jovem+

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A primeira turma do Projeto Jovem+Qualificação e Empreendedorismo recebeu o certificado do curso, nesta sexta-feira (3), em solenidade realizada no Cine Teatro Samuel Campelo, Jaboatão Centro. O projeto é uma parceria entre a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, Sebrae e CIEE que tem o objetivo de capacitar adolescentes e jovens com idades entre 15 e 29 anos em áreas como negócios de impacto, economia criativa, planejamento estratégico, atendimento ao cliente e habilidades do futuro. As inscrições para novas turmas estão abertas através do link: jaboatao.pe.gov.br/projeto-jovem-qualificação-e-empreendedorismo.

O vice-prefeito Luiz Medeiros representou o prefeito Anderson Ferreira na solenidade e fez a entrega dos certificados. “Desde o início da gestão, damos uma atenção especial à juventude, tanto que Jaboatão recebeu o prêmio da ONU por excelência em gestão pública com o Programa Jaboatão Prepara. O Jovem+ é outra oportunidade que estamos oferecendo para preparar e incentivar os jovens para o futuro. Este certificado é o primeiro passo e saibam que continuamos ao lado de vocês”, ressaltou Luiz Medeiros.

A superintendente adjunta do CIEE, Ana Patrícia Gomes, destacou a importância de qualificar os jovens na área de empreendedorismo. “Estamos qualificando esses jovens, mas é preciso gerar possibilidades no mercado de trabalho. O que estamos fazendo aqui é estender a mão, oferecendo perspectivas. Vocês só estão começando. Continuem se qualificando e buscando as oportunidades”, disse Ana Patrícia. Ela destacou, inclusive, que a Prefeitura do Jaboatão é a única no estado a contratar jovens aprendizes, além de abrir vagas para muitos estagiários.

No ato de entrega dos certificados, Raquel Neris da Silva, de 15 anos, falou em nome dos colegas e destacou a importância do Jovem+. “Eu era extremamente tímida, mas esse curso foi o destrancamento na minha vida. Aprendi o quanto é importante interagir com as pessoas. É um projeto humano, que nos dá autoestima e nos deixa preparados para o mercado de trabalho”, disse. Raquel revelou que já iniciou as atividades como empreendedora. “Estou comercializando perfumes através das redes sociais e meu pai é que faz as entregas aos clientes”, contou.

Além de ser uma iniciativa que oferece formação, o projeto também é uma ferramenta para garantir inclusão social por meio da aprendizagem ao público beneficiário em situação de vulnerabilidade social. O curso tem carga horária de 32 horas/aula e são ministradas pelo CIEE e pelo Laboratório de Estratégias Digitais de Negócios do Sebrae.