Jaboatão registra queda de 35% nas notificações de casos de dengue no município

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Desde os últimos meses de 2019, a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes tem reforçado as ações de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças graves como dengue, zika e chikungunya. Todos os dias, aproximadamente 210 agentes de combate a endemias saem em campo para levar informações a moradores das sete regionais do município sobre a importância de eliminar pontos de água parada, ambiente ideal para proliferação do vetor. Essas medidas têm surtido efeito – Jaboatão registrou, em 2020, redução de 35% no número de notificações de casos relacionados à dengue, em comparação com o mesmo período no ano passado.

Além das visitas diárias, houve reforço nas equipes que trabalham no corpo a corpo junto à população, que passaram a realizar mutirões aos sábados, a fim de ampliar o acesso às residências. Em paralelo, 1.150 funcionários da Secretaria Executiva de Serviços Urbanos e Defesa Civil têm atuado limpeza de canais, galerias e canaletas, além de capinação e remoção de entulhos depositados irregularmente em vias públicas. Em pontos estratégicos da cidade, a coleta de lixo passou a ser feita duas vezes ao dia, tudo para evitar a formação de possíveis nascedouros do mosquito.

“Os números mostram que os esforços que temos empenhado no combate ao mosquito têm dado certo, mas isso não significa que devemos baixar a guarda. Cerca de 80% dos focos de proliferação estão dentro das residências, então é preciso que a população continue fazendo o seu papel para que, juntos, nós possamos vencer essa batalha. São medidas simples, de cuidado diário, que, no final, irão contribuir para que tenhamos cada vez menos casos de pessoas infectadas pelo Aedes aegypti”, reforçou o prefeito Anderson Ferreira.