Foto: Chico Bezerra/PJG

Prefeitura do Jaboatão implanta Sistema de Identificação Digital de equinos

O serviço público de fiscalização, proteção e bem-estar animal do município do Jaboatão dos Guararapes ganhou um importante reforço, nesta terça-feira (24), com o lançamento do Sistema de Identificação Digital (SID) de equinos. O dispositivo permite a identificação da população de cavalos por meio eletrônico, no qual são inseridos dados como a ficha médica do animal, nome e endereço do proprietário. As informações serão utilizadas pela Superintendência de Meio Ambiente para coibir crimes de maus-tratos e abandono, por exemplo. A ação, realizada no Palácio da Batalha, no bairro de Prazeres, ocorreu durante mutirão em parceria com a ONG World Veterinary  Association (WVA), associação internacional sediada na Bélgica e que reúne veterinários de todo o mundo com o objetivo de prestar atendimento gratuito a animais.

A implantação do SID teve início hoje, durante abordagens a carroceiros, proprietários de estábulos e criadores. O processo de aplicação do dispositivo é completamente indolor. A partir de um leitor, os fiscais terão ao código de identificação do animal e, ao lançar a sequência no banco de dados, passarão a contar com as informações sobre o proprietário. O sistema tem o objetivo de ter o controle populacional de equinos do município e inibir a soltura dos animais em vias públicas. Quando o cavalo é recolhido nas ruas, há um prazo de 60 dias para o proprietário fazer o resgate – após esse período, é feita a doação a outra pessoa, tendo como critério, residir no interior do estado.

“Temos realizado fiscalizações diárias nas sete regionais do nosso município com o intuito de coibir práticas abusivas, mas, também, para educar. Com a chegada do Sistema de Identificação Digital, ganhamos um grande reforço na luta pelo bem-estar animal. A partir de agora, quem não cuidar, quem abandonar, vai poder ser corretamente identificado e arcará com as consequências desses atos”,  disse o prefeito Anderson Ferreira. O valor da multa varia de R$ 500 a R$ 3 mil, conforme a situação do animal.

O veterinário australiano Steven Kruzeniski explicou que, durante todo o ano, as equipes da WVA percorrem diversas cidades do mundo para promover ações voltadas ao cuidado animal e à saúde pública. “É de grande valia para todo nosso time essa acolhida que aqui recebemos. Nos foi disponibilizada uma excelente estrutura e assim temos todo o suporte para oferecer os serviços que prestamos, como casqueamento, tratamentos em lesões, cuidados dentários e vacinações”, detalhou o especialista. A ação da WVA em parceria com a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes é gratuita e vai até às 16h desta quarta-feira (25).

Veja também

Incubadora Jaboatão Criativo inicia nova fase

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, em parceria com a Universidade Boa Viagem (Unifbv), inicia …