Prefeitura promove mutirão de serviços em Jaboatão Centro para celebrar a Semana da Mulher

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes realizou, nesta quinta-feira (10), no estacionamento da Casa da Cultura, em Jaboatão Centro, o Mais Jaboatão Mulher, um mutirão de serviços gratuitos nas áreas de saúde, cidadania, bem-estar e lazer. A ação faz parte das iniciativas programadas pela gestão municipal para a Semana da Mulher.

Durante todo o período da manhã, foram disponibilizados serviços como o SPA da Beleza, vacinação e teste para a Covid-19, exames de mamografia, consultas odontológicas, orientações sobre a Lei Maria da Penha e atendimento às mulheres pelo Centro de Referência Maristela Just, entre outros. Ao longo do mutirão, as agentes de trânsito da Secretaria Executiva de Mobilidade e Ordem Pública (Semop) realizaram uma blitz educativa nas proximidades ao local do evento para falar com pedestres e motoristas sobre as políticas públicas municipais de enfrentamento à violência contra as mulheres.

O vice-prefeito Luiz Medeiros acompanhou a ação e celebrou a marca de mais de dois mil atendimentos. “Essas iniciativas para promover de forma descentralizada serviços que estão sob o guarda-chuva de políticas públicas da prefeitura acabou se tornando uma marca da gestão do prefeito Anderson Ferreira. É um projeto que universaliza o acesso da população à rede pública e, ao mesmo tempo, contribui para um melhor fluxo das demandas do dia a dia”, explicou Medeiros.

MULHER PROTEGIDA
Na última terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes lançou a plataforma digital Mulher Protegida, uma ferramenta on-line que pode ser acessada por meio do site jaboatao.pe.gov.br/mulherprotegida, voltada ao registro de denúncias de violência contra a mulher. Por meio de um questionário simples a ser preenchido, com informações sobre o tipo de violência ou ameaça, a denúncia passa a ser acompanhada pela rede de apoio da prefeitura. Um código é gerado automaticamente para que a pessoa responsável pela denúncia possa acompanhar o andamento do caso, ainda que a notificação tenha sido feita anonimamente.